sábado, 3 de agosto de 2013

BARROQUINHA ENFRENTA EPIDEMIA DE DENGUE E SECRETÁRIO TEM CONTAS DESAPROVADAS COM ATO DOLOSO E É MULTADO EM MAIS DE 16 MIL REAIS





                    A Secretaria de Saúde do Ceará confirmou mais quatro mortes por dengue no interior do estado. Os óbitos foram divulgados nesta sexta-feira (2), no boletim epidemiológico semanal que traz os dados da doença. O número de mortes por dengue já chega a 16 no Ceará neste ano. Desses, 7 em Fortaleza e 9 nos demais municípios. Na capital, todas as mortes foram por dengue com complicação. Já no interior, foram 7 óbitos por dengue com complicação e 2 por febre da dengue hemorrágica.
                  O número de casos confirmados da doença em 2013 é de 14.253, dos tipos 1 e 4. Fortaleza lidera os registros com mais de um terço do total (4.907 casos). Em seguida, vem Tauá, no sertão dos Inhamuns, com 820 registros. Em todo o estado, o número de casos confirmados aumentou em 739 em uma semana. No interior do Ceará, 26 municípios enfrrentam epidemia da dengue neste ano. São eles: Barroquinha, Boa Viagem, Brejo Santo, Campos Sales, Canindé, Caridade, Cascavel, Coreau, Eusébio, Ipaumirim, Itatira, Maracanaú, Mauriti, Mucambo, Ocara, Pacajus, Pacatuba, Palhano, Parambu, Pereiro, Quiterianópoles, Tauá, Trairi, Uruburetama, Uruoca e Varjota. Um município entra em situação de epidemia quando a incidência da doença ultrapassa o índice de 300 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.
                     Enquanto isso, o TCM julgou irregulares as prestações de contas do secretário de Lisboa, e entendeu ter sido praticado diversas irregularidades. Em consequência disso opinou pelo reconhecimento da prática de ATO DOLOSO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e aplicou ainda uma multa de R$ 16.548,70 (Dezesseis mil quinhentos e quarenta e oito reais e setenta centavos).

FONTE: Camocim Impacial

Nenhum comentário:

Postar um comentário